Instituto Federal - Pesquisa revela preferência dos jovens pelas aulas de ciências Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Quase 4 milhões solicitam isenção da taxa de inscrição
Início do conteúdo da página

Pesquisa revela preferência dos jovens pelas aulas de ciências

Publicado: Terça, 24 de Abril de 2018, 10h38 | Última atualização em Quinta, 03 de Maio de 2018, 10h38 | Acessos: 308

Um estudo realizado em 2017 pela Empresa Brasileira de Inovação e Pesquisa (Finep), com jovens dos 12 aos 17 anos, revelou que tecnologia e inovação são as áreas que despertam o maior interesse entre a juventude. Como os educadores podem aproveitar esse interesse para promover aprendizagens? Este é o tema do programa Salto para o Futuro da semana. Produzida e exibida pela TV Escola, a atração vai ao ar nesta quarta, 25, às 20h.

Um dos dados em destaque na pesquisa certamente vai fazer a alegria de muitos professores: ciências é a disciplina mais interessante para os estudantes, à frente de português, história, geografia, matemática, física e química. “Os jovens veem a ciência como algo concreto e [concluem] que tudo se resolve com a tecnologia”, avalia a diretora do Instituto Ciência Hoje, Andréa da Poian, uma das convidadas do programa. “Talvez o interesse venha disso.”

No Salto para o Futuro desta quarta-feira, são discutidas as estratégias que a escola pode adotar para que todo esse interesse pela ciência tenha impactos positivos sobre os processos de ensino e de aprendizagem. “É preciso fazer com que o aluno busque as respostas, desde que se façam os questionamentos corretos”, atenta o diretor científico-tecnológico da Finep, Wanderley de Souza, outro convidado desta edição.

No estudo que serve de base ao programa, os estudantes ouvidos revelaram que Albert Einstein é o cientista mais conhecido pela juventude, com nome citado por 34,5% dos entrevistados. E apenas dois em cada dez jovens disseram conhecer algum cientista ou inventor.

Com apresentação de Bárbara Pereira e Murilo Ribeiro, o programa pode ser assistido em tempo real pelos aplicativos e na página da TV Escola.

Assessoria de Comunicação Social

 

 
registrado em:
Fim do conteúdo da página